Os locais a explorar

O castelo

Originalmente pertencente aos árabes, Evoramonte foi conquistado pelo rei D. Afonso Henriques por volta de 1166. E desde então foi progressivamente fortificada e remodelada. O castelo e as muralhas foram construídas pelo Rei D. Dinis em 1306 – quer dizer, não terá sido ele a construí-lo pessoalmente, mas terá tido imensa gente para o fazer. E essas gentes fizeram um ótimo trabalho! Saiba mais sobre o castelo.

     

Artesanato Celeiro Comum (Craft shop)

A uma curta distância do Castelo e em direção à Igreja, encontrará o Artesanato Celeiro Comum. Uma loja de artesanato maravilhosa gerida por Inocência e José Lopes Saiba mais.

O Café Restaurante O Emigrante

Se procura uma refeição maravilhosa num restaurante local em Evoramonte, então o restaurante O Emigrante é o sítio ideal. Há um menu apetitoso com tudo preparado e cozinhado no momento. Mas, o melhor de tudo neste restaurante familiar é ter a Yana como anfitriã, uma pessoa que simboliza o carinho e simpatia de todos os que se vivem nesta zona. Saiba mais.

Os números no mapa correspondem aos números listados nos locais abaixo.

2. A cidade de Évora

Uma catedral, um templo romano, uma capela de ossos! Uma praça. Dezenas de restaurantes. Festivais. Paisagens espetaculares em todas as direções. Há imenso nesta cidade de Patrimônio Mundial da UNESCO. Visite a cidade facilmente a partir do The Place em Evoramonte. Veja todos estes lugares! Aproveite a ação e, em seguida, volte para aproveitar o pôr-do-sol mais pacífico e repositor de energias que há, para aproveitar tudo o que o amanhã tem para lhe oferecer.

     

3. A cidade de Estremoz

Esta é uma cidade em que as melhores visitas serão ao Sábado, devido ao maravilhoso mercado que lá é realizado. Pode passar algumas horas a navegar pela variedade de antiguidades, ou concentrar-se na secção alimentar do mercado. Isto é o que torna a vida no Alentejo tão maravilhosa - a variedade de alimentos frescos que o farão desejar voltar aos tempos antigos antes dos supermercados existirem. Legumes frescos, presuntos curados, queijos, pães, bolos e até galinhas e coelhos se é o que procura. Faça questão de provar as iguarias locais parecidas com um donut vendidas numa carrinha a meio caminho da rua.

A cidade também possui bons restaurantes, supermercados, farmácias, bancos e todas as outros serviços de que pode precisar. Tudo servido com um café maravilhoso disponível nos vários cafés locais.

E se lhe apetecer fazer uma caminhada, percorra as ruas de pedra até chegar ao topo da colina. A recompensa será uma visão fantástica sobre os vales em direção a Evoramonte, alguns locais realmente únicos para petiscar, e a satisfação de saber que o caminho para casa é sempre a descer.

Não há melhor maneira de passar um sábado. 

   
     

7. A cidade de Monsaraz

A poucos quilómetros metros da fronteira espanhola, este é um ótimo lugar para almoçar ou jantar com uma vista incrível. E também uma boa maneira de passar uma tarde apreciando uma seleção de artesanato da área. Não há carros na cidade para que se possa caminhar livremente nas ruas de pedra, visitando as lojas que vendem de tudo, desde tapetes a cerâmica, a têxteis e a alimentos locais.

     

9. Vila Viçosa, a cidade do mármore

A cidade de Vila Viçosa é conhecida pelo mármore que produz. Outra grande cidade, dentro de muralhas, com tantos edifícios antigos para visitar – mas aqui eles usaram mármore para construir uma grande parte da cidade. O mármore nas nossas casas de banho e nas escadas vem de uma fábrica na zona de Vila Viçosa. Então, se estiver interessado em ver de onde vem esse mármore, ou talvez comprar algumas lembranças, este é o lugar a visitar. 

     

10. Arraiolos, a cidade da tapeçaria

Às vezes pode encontrar um lugar onde tapetes lindos e detalhados são criados. Nós temos uma cidade inteira dedicada à tapeçaria. Tapetes de lã e tapeçarias têm sido tecidos aqui desde o século XVI, e ainda hoje em dia são tecidos à mão. Poderá caminhar por aqui e ver se encontra alguma peça simplesmente perfeita para a sua casa. Passe a manhã a visitar as lojas, aproveite as vistas, disfrute de uma cerveja e de um almoço num dos cafés locais. Simplesmente perfeito.

     

11. São Pedro do Corval, a cidade da cerâmica

Se está à procura de cerâmica cuidadosamente trabalhada, então temos uma aldeia inteira para si. Em São Pedro do Corval, quase todos os estabelecimentos estão envolvidos na fabricação e venda de cerâmica. Pode visitar as lojas durante toda a manhã - e até mesmo ver os artesãos a trabalhar. A cerâmica e os vasos que vê em todo o país costumam ser feitos aqui mesmo nesta pequena aldeia.

     

12. As pedras megalíticas

Esta zona abriga algumas das mais antigas pedras megalíticas. Como se aponta no guia, as pedras de Almendres Cromlech são consideradas como o melhor exemplo de estruturas neolíticas que permanecem na Península Ibérica. Felizmente, o governo local não fechou nem cercou as pedras e os visitantes podem passear por toda a área e até tocar nas pedras. Esta é uma abordagem amigável de gestão do património, já que não há taxa de entrada e o acesso às pedras megalíticas é totalmente isento de restrições espaciais ou temporais. Vá sozinho ou vá com um guia turístico - podemos recomendar-lhe um. 

     

Camping Alentejo

Se está viajando com uma caravana ou autocaravana, ou se precisa de um sítio para montar a tenda e passar a noite, experimente o "Camping Alentejo", onde será hospedado por Catrina e Siebo. Este lugar maravilhoso oferece todas as comodidades que possa desejar. Aceda ao website – ou entre em contato com eles aqui.

     
Facebook Twitter Google+ Pinterest
×